Notícias Fecomercio

14 de fevereiro de 2019

Setor de serviços deve buscar cada vez mais assertividade na seleção da mão de obra


No acumulado de 2018, foram geradas 115,3 mil vagas nos serviços paulistas; processo de geração de empregos formais em serviços deve continuar ascendente neste ano

O processo de geração de vagas formais em serviços deve continuar ascendente em 2019, e o setor tem chances de recuperar o número de postos de trabalho extintos nos períodos da crise registrados entre 2015 e 2016.

Como contratar corretamente traz economia e produtividade, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) orienta aos empresários que estudem e planejem os custos para seleção, admissão e treinamento de novos funcionários. Outro ponto de atenção é a forma de seleção. A descrição correta das vagas, as especialidades e as experiências solicitadas, assim como as demais características técnicas e específicas preferenciais de candidatos, deverão trazer mais assertividade nos processos seletivos.

No acumulado de 2018, foram geradas 115,3 mil vagas nos serviços paulistas, o melhor desempenho desde 2013. Com isso, o setor encerrou o ano com um estoque ativo de 7.416.743 vínculos formais, avanço de 1,6% em relação ao ano anterior. A constatação foi feita pela Pesquisa de Emprego no Setor de Serviços do Estado de São Paulo (PESP Serviços), realizada mensalmente pela Entidade.

As atividades que mais se destacaram nas contratações foram as administrativas e complementares e os serviços médicos, odontológicos e sociais, que preencheram no decorrer do ano 34.163 e 26.290 vagas, respectivamente. Nesses grupos, os destaques ficaram por conta dos serviços de apoio a edifícios (7.018 vagas); limpeza predial e em domicílios (5.217 vagas); e atendimento hospitalar (7.607 vagas). Confira a matéria completa aqui.

 

Voltar para Notícias